segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Escândalo na Igreja Católica

A igreja que insiste em declarações conservadoras como a necessidade de constituição da família, a luta contra o aborto e a desaprovação da camisinha, enche seus seguidores que tentam juntar o quebra cabeça das contradições religiosas pregadas por ela.


O mais conflitante é a barreira da igreja na proteção de seu clero, quanto ao fato de alguns escândalos como o de freiras grávidas que quando não entregam seus filhos ou não constituem família dentro de abrigos católicos, abortam crianças que teoricamente são vistas como anjos. Além da camisinha cujo uso do preservativo é simplesmente repudiado pelo catolicismo que insiste em esconder as estatísticas de doenças sexualmente transmissíveis como o vírus HIV em todo o mundo na igreja católica.

Pesquisas apontam que a igreja perdeu cerca de 40% de seus fiéis dos anos 80 até hoje. A mudança se deve a um novo modo de comportamento principalmente da sociedade ao descobrir que o padre que batiza também é o que pratica a pedofilia. Isso prova que se o futuro dessa organização religiosa continuar assim a falência da igreja no futuro é inevitável.

Seria isso praga das bruxas, dos curandeiros que na idade média taxados como feiticeiros eram repelidos com o ato brutal de serem queimados. Isso acontecia por conta de processos culturais que existiam na época. A influência de um Bispo poderia até ter provocado a morte de Jesus Cristo que era judeu. Pôncio Pilatos foi prefeito da província romana da Judéia na época que Jesus foi crucificado. Alguns estudiosos afirmam com provas eminentes que Pilatos foi obrigado a tomar essa decisão por pura pressão que nos tempos de hoje a igreja reconta a história com um ar totalmente diferente. Será que a mentira que foi construída naquela época poderia ‘cair’ com a socialização e comunicação da sociedade nos tempos de hoje? Que toda a história que milhares de pessoas morreram em batalhas acreditando nas guerras que inclusive a igreja católica teve participação explícita ao longo da história é simplesmente mentira?

Muita lama foi jogada no ventilador de uma década pra cá. Em Turim, no norte da Itália, a Procuradoria está investigando pelo menos seis padres, nas regiões de Puglia, Lombardia, Piemonte e Ligúria, alguns deles acusados de violência sexual grave e contínua. Pressionado, Dom Luciano confessou que costumava pagar por serviços sexuais de garotos de programa que se prostituíam no centro de Turim, mas afirmou nunca ter saído com um menor de idade. Já o jovem preso garantiu aos procuradores que há muitos anos vive da prostituição e de chantagear sacerdotes. “Mantinha relações sexuais com vários padres de Turim e cidades vizinhas e pedia dinheiro para ficar calado”, afirmou. No início de agosto do ano passado, o caso ganhou as páginas dos jornais italianos. Dom Gelmini, que era acusado por dois de seus ex-hóspedes, se defendeu, afirmando que se tratava de um lobby por parte de um grupo de judeus tentando prejudicá-lo.

Recentemente, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, declarou que a pedofilia não é exclusividade da Igreja Católica, ao ser questionado sobre o acordo de mais de R$ 1 bilhão feito entre a Arquidiocese de Los Angeles com 508 vítimas de abuso sexual por sacerdotes. “A Igreja sempre soube que os mosteiros e seminários atraem os homossexuais”. “Antes, a igreja era muito atenta, barrava e vigiava a formação”, afirmou o escritor católico Vittorio Messori – co-autor de livros com os papas João Paulo 2º e Bento 16 -, em entrevista ao jornal La Stampa.

Em 2002, um artigo do jornal Boston Globe denunciou um ex-padre por ter abusado sexualmente de 130 menores durante 30 anos.

Descobriu-se também que o cardeal de Boston, Bernard Law, havia acobertado outros padres pedófilos, conseguindo transferências para os acusados.

O escândalo afetou a imagem da Igreja Católica no mundo e levou as dioceses dos Estados Unidos a gastarem cerca de US$ 2 bilhões para indenizar vítimas de abusos. Só a diocese de Los Angeles pagou cerca de US$ 660 milhões para 500 vítimas de abusos a partir da década de 40.

Em Assunção no Paraguai, Damiana Morán, a terceira mulher que afirmou ter um filho com o presidente do Paraguai, o ex-bispo Fernando Lugo, disse que ele é pai de pelo menos seis filhos bastardos e um já reconhecido, que foi formada uma associação de mulheres para encaminhar casos de suposta paternidade. À medida que os escândalos de paternidade em série se alastram, a oposição prepara uma ação criminal por "estupro" contra o presidente e seu vice, o liberal Federico Franco ameaça romper com ele. Lugo, de 57 anos, foi bispo de San Pedro até janeiro de 2005, quando o Vaticano aceitou sua renúncia. Mas continuou como sacerdote até dezembro de 2007, quando deixou a batina para se lançar à presidência.

22 Abril 2009.







E o futuro de organizações como a Renovação Carismática?

No Brasil a Renovação Carismática teve origem na cidade de Campinas, SP, através dos padres Haroldo Joseph Rahm e Eduardo Dougherty.

Os rumos que a Renovação Carismática tomaram a partir de Campinas foram diversos, expandindo-se rapidamente pela maioria dos Estados brasileiros e hoje em todo o Brasil

No início, a Renovação atingiu os líderes já engajados em movimentos como Cursilho, Encontros de Juventude, TLC, etc, e foi se ampliando gradativamente como uma nova “onda” de doutrinação com identidade própria.

Conhecida por reunir familias e ajudar a diminuir a pobresa do país, fica arriscado junto com toda a cúpula da igreja a perder seus seguidores e assim causar um grande estrago na filosofia humana que tanto pregou nesses ultimos tempos “Amai como a ti mesmo”

Existem outras ornizações que também serão comprometidas e no final a pergunta que não quer calar, e agora?

Caso não ocorra intervenção de força maior, ainda essa semana transcreveremos a gravação com duração de 16 minutos feita entre padre Márcio e seu parceiro sexual, onde os dois tratam de problemas passados, pagamentos de dívidas, dificuldades em conseguir verbas por sofrer investigação da diocese e outras chantages amorosas.

http://www.jornalcnn.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Arquivo do blog